domingo, 17 de abril de 2016

Pra entender as tais das pedaladas...


Sua mulher mandou você ao supermercado comprar 100 reais em arroz e feijão. Chegando lá, ela liga e diz que você também vai ter que comprar carne, queijo, leite, batata e cenoura com os mesmos 100 reais. Você percebe que é impossível comprar tudo isso com esse dinheiro. Mas como eram itens de primeira necessidade e - principalmente - porque dali alguns meses haveria uma eleição para melhor marido do bairro, você compra todos os itens que sua mulher pediu. Foi pra casa e disse que tudo tinha custado os mesmos 100. Mas não tinha. Na verdade, custou 380 reais. Só que esses 280 a mais eram para você pagar o aluguel. Você deixou de pagar naquele mês. E nos meses seguintes, porque todo mês você tinha que comprar a mesma lista.

A eleição de melhor marido estava chegando. Os meses se passavam e o buraco que você criou no aluguel, na luz, no gás foi crescendo e somando juros. Veio a eleição e pá! Você ganhou. Melhor marido do bairro. Imediatamente você reduziu a lista para pão e água. E mandou todo mundo em casa parar de usar eletricidade, gás, água e telefone. Mudou com a família para uma kitchnet mas não importa, porque agora você seria o melhor marido do mundo por mais 4 anos.

E se a esposa quiser pedir divórcio, é golpe! Afinal, eles se casaram dentro da legalidade, de papel passado e tudo. E ele ainda por cima foi eleito o melhor marido pelo bairro.

 Por Mentor Neto

sábado, 16 de abril de 2016

Frida de Salma

Ontem comprei o Blu-Ray do filme Frida com Salma Hayek e fiquei com vontade de rever meu DVD que tinha comprado na década passada. Algo que já constatei antes é que o filme é bom sem dúvidas, mas têm certas coisas...


Por exemplo:

- A atriz é ótima... Só que estava "gostosa demais" para o papel. Não que a Frida Kahlo fosse uma baranga, mas... aquela cena em que Frida mostra a cicatriz para Diego fica meio esquisita com aquela barriga perfeita de fitness.

- Outra foi os closes nos peitões da Salma depois que tira a placa de gesso no tórax. Se bem que nesse caso fico dividido, pois o meu lado racional diz: "Nossa?! Pra quê isso??" - porém o meu lado Peitófilo fala: "Que legal, tetas!!"

- O filme devia ter sido feito em espanhol assim como foi em francês o filme da Piaf. Talvez nesse caso seja por causa dos vários atores gringos participando que não falam outra língua a não ser a deles mesmo... Malditos imperialistas!!!

Seguidores no Google+

Página no Facebook